sábado, 26 de março de 2011

Morar no primeiro andar

Hoje acordei umas 9 e meia porque os arruaceiros moleques do prédio ficam andando de skate no térreo. Moro no primeiro andar.

À tarde fui ali tomar uns chopps no Bar Brasília com o Léo e a Janaína. Acabei de voltar.

Como sempre, no Bar Brasília, a conta dá mais de 50 reais por cabeça, porque o chopp é bom e também porque o Léo está magro mas tem cabeça de gordinho, e pede tudo quanto é petisco.

Agora são mais de 11 horas da noite, e estou um pouco alterado por causa dos chopps. Tem uma festinha no salão de festas fazendo aquele barulhinho. Que beleza !!! O síndico também mora no primeiro andar. Se ele não reclama, então eu vou reclamar pra quem? Só se for pro Tim Maia ... mas ele já morreu !!!

Bom, lembrando García Marques, o número dois me chama. E uma das melhores coisas da vida é o alívio após fazer um número dois.

Boa noite.

Um comentário:

  1. O problema não é o valor do petisco, mas a quantidade de chopp consumida.

    ResponderExcluir